Workshop transnacional em Estrasburgo promove boas práticas

As 7 comunidades de prática do projeto “Urbagri4Women” reuniram-se em Estrasburgo, de 12 a 14 de setembro, para participar num workshop transnacional de boas práticas relativas à inclusão de mulheres migrantes e às iniciativas de agricultura urbana inovadoras.

A AIDGLOBAL deslocou-se à cidade francesa, na companhia da responsável do Teatro IBISCO, Eunice Rocha, da assistente social do Secretariado Diocesano de Lisboa da Obra Nacional da Pastoral dos Ciganos, Aida Marrana, do presidente da Prosaudesc, Cristiano Pinto, e da técnica da START.SOCIAL, Rute Fortes, parceiros na implementação do projeto na Quinta da Fonte e na Urbanização dos Terraços da Ponte, em Loures.

O workshop transnacional teve início na manhã de dia 12 de setembro, incluindo duas visitas ao Foyer Notre Dame, uma Organização Não Governamental (ONG) que auxilia e acolhe imigrantes que procuram proteção e ajuda para a sua inclusão social e profissional e à CIMADE, uma ONG que providencia apoio administrativo e legal a dezenas de milhares de imigrantes, refugiados e requerentes de asilo.

No período da tarde, a comitiva deslocou-se a Montagne Verte, uma ONG que organiza ações agrícolas promotoras de inclusão social, bem como ao jardim da AMSED, onde foi possível algumas das mulheres imigrantes envolvidas no projeto.

No dia 13 de setembro, o itinerário incluiu não só uma visita a um acampamento cigano, onde se realizou um workshop de agricultura urbana e se aprendeu mais sobre as atividades de inclusão profissional e social das mulheres desta etnia, bem como uma visita ao centro sociocultural de Neuhof, um “não lugar” identificado pela AMSED, que acolhe atividades em defesa da inclusão social das mulheres migrantes, em parceria com a Câmara Municipal de Estrasburgo, outras ONG e parceiros.

O workshop transnacional terminou a 14 de setembro, dia consagrado à partilha e à reflexão sobre as boas práticas abordadas e vivenciadas no decorrer da viagem.

O projeto “Urbagri4Women”, cofinanciado pela Comissão Europeia através do Fundo “Asilo, Migração e Integração”, envolve 7 Organizações de 7 países da União Europeia, nomeadamente, AIDGLOBAL, de Portugal, AMSED, de França, CARDET, de Chipre, GYROS, de Inglaterra, IED, da Grécia, Südwind, da Áustria, e TAMAT, de Itália, promotora da iniciativa.

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *